A Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) reuniu, durante 4 dias, agentes governamentais e players de mercado brasileiros em um Study Tour na Europa sobre a implantação das mudanças no mercado de gás no Brasil. A NTS foi representada pelo Gerente de Assuntos Regulatórios Mauricio Lopes e pelo Especialista Regulatório Camilo Muñoz.

Dividido entre Londres e Haia (Reino Unido e Holanda são os mercados de gás mais desenvolvidos dentro do contexto europeu), o período foi usado para palestras e reuniões. Workshops já eram promovidos anualmente pela IEA em Brasilia, porém esse foi o primeiro ano em que a agência convidou as empresas transportadoras para o período de estudos na Europa.

“A IEA está se aprofundando nos temas que trata conosco. Essa evolução para uma visão mais técnica já é resultado dos avanços que tivemos ao longo dos últimos 2 ou 3 anos”, explica Mauricio.

Camilo acrescenta que a contextualização histórica também foi muito construtiva: “A viagem permitiu que, além do aprendizado técnico, pudéssemos ampliar nosso networking internacional para troca de experiências no futuro. Também permitiu que estreitássemos laços com os órgãos públicos envolvidos na abertura do mercado e com os demais transportadores. Essa aproximação contribui muito para que, aos poucos, haja um maior alinhamento da visão e do discurso que acomode as necessidades, aspirações e preocupações de todos os agentes envolvidos”, pontua.

Os principais tópicos discutidos no Study Tour foram:

  • Unbundling, a função de cada agente na cadeia de valor e desenho de mercado

  • Balanceamento

  • Alocação de capacidade

  • Trading e ponto virtual de comercialização

  • Atuação do governo

  • Papel do regulador

  • Incentivos e modelos regulatório (ciclos tarifários e expansão da malha)

  • Transição para um mercado de gás sustentável e neutro em emissões (hidrogênio e biogás).